Home Política TCE-PB rejeita questionamento sobre licitação e julga improcedente a 4ª denúncia da oposição contra atos da Prefeitura de Santa Luzia

TCE-PB rejeita questionamento sobre licitação e julga improcedente a 4ª denúncia da oposição contra atos da Prefeitura de Santa Luzia

3 primeira leitura
0
0
291

Em menos de 15 dias, o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) julgou pela improcedência de quatro denúncias formuladas pela bancada de oposição, na Câmara Municipal, contra atos da gestão do prefeito Zezé (MDB), em Santa Luzia. A última, analisada pela Segunda Câmara do TCE-PB em sessão no dia 4, trata-se de nova reclamação – a terceira – do vereador Rodrigo Morais (PSDB), que questionava a realização de pregão presencial 0025/2020 para a contratação de serviços de assessoria junto à comissão de licitação, nos processos de licitação do município.

Ao analisar o mérito da questão, o conselheiro-relator André Carlo Torres Pontes logo se manifestou pela improcedência da denúncia. Ele tomou por base precedentes da Corte da Contas, e dispositivos da Lei 8.666/93 (Lei das Licitações), especificamente em seus artigos 6º e 13º, que permitem a terceirização dos trabalhos técnico-profissionais de assessoria contábil e assessoria jurídica para o procedimento licitatório, inclusive, contratadas por meio de inexigibilidades de licitação.

“No presente caso, a administração municipal lançou mão de uma licitação na modalidade pregão presencial, de forma que se primou pela competitividade, a fim de propiciar a contratação daquele licitante que ofertasse a melhor proposta para a edilidade. Não se vislumbra, pois, mácula quanto a este aspecto”, disse o conselheiro em seu voto.

O relator ainda destacou os procedimentos do Ministério Público de Contas e da Auditoria de Contas. “Denúncia improcedente, inclusive, não vincula o exame da licitação, por si só”, frisou.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por WANDER RUDNEY
Carregar mais por Política

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

LIVE SOLIDÁRIA GABRIEL SANFONEIRO

QUER RECEBER AQUELE ALÔ? É só CLICAR AQUI e mandar seu comprovante de doação. BANCO DO BRA…