Home Política Patos chegará a seis prefeitos em menos de três anos. Veja a cronologia do atual calvário político da cidade

Patos chegará a seis prefeitos em menos de três anos. Veja a cronologia do atual calvário político da cidade

4 primeira leitura
0
0
120

Após a surpreendente renúncia do prefeito interino de Patos, Sales Júnior, ocorrida na tarde desta quinta-feira, (20), um novo quadro Patos chegará ao sexto prefeito em menos de três anos.

A instabilidade política, administrativa e estrutural que vivencia a Capital do Sertão, teve início na manhã do dia 9 de setembro de 2016, quando a então prefeita Francisca Mota, que foi afastada pela operação veiculação, deflagrada pelo Ministério Público da Paraíba-MPPB, e na tarde do mesmo dia, a cidade passou a ser governada de forma interina, pelo então vice-prefeito Lenildo Morais.

Lenildo governou durante 3 meses e 22 dias em 2016, após o ministério Público da Paraíba-MPPB, deflagrar a Operação Veiculação, que afastou a então prefeita Francisca Mota do cargo.

Em janeiro de 2017, quando a cidade imaginava que teria um gestor durante quatro anos, fato pensado após a eleição de Dinaldinho, (PSDB), tivemos outros três períodos administrativos na cidade, abrindo caminho agora para um sexto período diferente, em exatos dois anos, 11 meses e 10 dias.

A contar de 09 de setembro de 2016, Patos já foi governado por Francisca Motta (PMDB), Lenildo Morais (PT), Dinaldo Filho (PSDB), Bonifácio Rocha (PPS) e Sales Júnior (PRB), e será agora governada por um próximo gestor, após ser realizada a eleição, para a presidência da Câmara Municipal, em data a ser marcada. Veja como ocorreu a ordem cronológica dos fatos:

  1. 09 de setembro de 2016: Francisca Mota é afastada do cargo, após ser deflagrada a Operação Veiculação. Lenildo Morais assume a Prefeitura de Patos governa Patos por 113 dias, (3 meses e 22 dias).
  2. 01 de janeiro de 2017: Dinaldinho assume o mandato de prefeito e permanece no cargo durante 590 dias, (1 ano, um mês e 13 dias).
  3. 14 de agosto de 2018: Dinaldinho é afastado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), investigado pela operação “Cidade Luz”.
  4. 15 de agosto de 2018: Bonifácio Rocha (PPS), é empossado como prefeito interino de Patos, após afastamento de Dinaldinho.
  5. 04 de abril de 2019: Bonifácio entrega renuncia ao cargo de prefeito interino de Patos, após 232 dias, ou 7 meses e 19 dias.
  6. 05 de abril de 2019: Sales Júnior assume a prefeitura em lugar de Bonifácio Rocha.
  7. 20 de agosto de 2019: Após 137 dias, ou (4 meses e 15 dias), Sales Júnior entrega carta renúncia do cargo de presidente da Câmara Municipal de Patos e renuncia também à condição de prefeito interino.

Patosonline.com

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Política

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Vídeo: Diante da crise no PSB-PB, Democratas já escolheu seu lado

O deputado federal Efraim Filho revelou durante entrevista à TV Itararé qual será o posici…