Home Tecnologia iFood recebe autorização para fazer entregas com drones no Brasil

iFood recebe autorização para fazer entregas com drones no Brasil

4 primeira leitura
0
0
31

O equipamento será responsável por atuar diretamente na primeira parte da rota.

O iFood recebeu autorização da Anac (Agência Nacional Aviação Civil) para realizar testes de entregas de comida por meio de drones. No entanto, as entregas não serão feitas na porta ou janela dos clientes. O drone será responsável somente por atuar na primeira parte da rota, levando os pedidos para os entregadores de bicicleta, motocicleta ou patinete, que farão as entregas finais.

Os drones serão usados em duas rotas, a partir do mês de outubro. O primeiro vai acontecer entre a praça de alimentação do Shopping Iguatemi Campinas, no interior de São Paulo, e o iFood Hub, também localizado na shopping.

A conexão será feito por um prestador de serviço do iFood chamado “mensageiro”, que será responsável por retirar os pedidos da praça de alimentação e levá-los até um andar mais alto do shopping, onde fica localizada a área de “decolagem” dos drones. Dali, os pedidos são enviados para o iFood Hub. Entre um trecho e outro, há cerca de 400 metros de distância. E desse ponto, o entregador pega o pedido e leva ao cliente. Com o uso do drone, a equipe da startup espera economizar aproximadamente dez minutos por entrega.

A segunda será entre o iFood Hub e um complexo de condomínios próximo ao shopping Shopping Iguatemi Campinas. Neste caso, segundo as estimativas da empresa, a entrega que por terra seria feita em dez minutos, passará a ser concluída em quatro minutos. Os drones terão capacidade de carregar até 2 kg de comida, podendo atingir uma velocidade máxima de 40 quilômetros por hora e alcançando os 60 metros de altura.

Segundo Roberto Gandolfo, vice-presidente de Logística do iFood, a experiência servirá de aprendizado para a startup de entregas. “Quando a gente olha para o futuro, das 1 mil cidades que operamos, pelo menos 200 têm capacidade de receber o servço por drone”, diz o executivo, que não revelou os planos de expansão da tecnologia.

 

Fonte: Click PB

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Edyla Nóbrega
Carregar mais por Tecnologia

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto desde o início da pesquisa, afirma IBGE

Essa alta acompanha o aumento na população desocupada na semana, representando cerca de 1,…