Home Geral Governo Federal reconhece situação de emergência em 177 cidades da PB afetadas pela seca.

Governo Federal reconhece situação de emergência em 177 cidades da PB afetadas pela seca.

1 primeira leitura
0
0
110

 As cidades do Vale do Sabugi estão inclusas.

O Governo Federal reconheceu situação de emergência em 177 cidades da Paraíba em decorrência da estiagem. A lista com todas as cidades e a portaria foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (1º). [CLIQUE AQUI E CONFIRA]

No dia 1º de outubro, o Governo da Paraíba já havia decretado situação de emergência nos 177 municípios afetados pela estiagem. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira e a situação de emergência foi decretada pelo período de 180 dias.

Entre as cidades que estão na lista divulgada pelo Governo Federal estão as cidades do Vale do Sabugi, SANTA LUZIA, SÃO JOSÉ DO SABUGI, SÃO MAMEDE E VÁRZEA.

G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

EM SANTA LUZIA: Prefeito Zezé comemora ligação de água em 38 residências do Conjunto Rita Araújo, no Bairro Cidade Universitária

Prefeitura de Santa Luzia assegurou durante três anos o abastecimento diário das residênci…