Home Polícia Depois de 1 ano, mãe de jovem assassinado em Juru finalmente poderá sepultar o seu filho

Depois de 1 ano, mãe de jovem assassinado em Juru finalmente poderá sepultar o seu filho

3 primeira leitura
0
0
1
Veja vídeo do Portal Patos em que a mãe de ‘Quenga’ apela ao IML para liberar restos mortais do filho
Nesta quinta-feira (21), os familiares de Leonardo Pereira de Carvalho, de 17 anos, conhecido como ‘Quenga’, que foi encontrado morto no dia 08 de setembro de 2018 em uma mata desabitada na zona rural de Juru, no Sertão da Paraíba, receberam a informação da liberação dos restos mortais do adolescente que, na época, havia desaparecido há cinco dias e apresentava sinais de tortura e perfurações de arma de fogo quando o acharam.
O corpo de ‘Quenga’ foi encontrado já em avançado estado de decomposição, com parte do corpo queimado e faltando uma perna e um braço, porém foi reconhecido por parentes que faziam busca do mesmo desde o seu desaparecimento.
Resultado de imagem para corpo de quenga foi encontrado em juru
Desde então, o corpo da vítima foi levado por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Patos para ser periciado, tendo sido retiradas posteriormente amostras de sangue da mãe, a viúva Josefa Maria da Silva, e de um irmão para realização de exames de DNA.
Apesar dos constantes apelos da mãe do adolescente brutalmente assassinado, no sentido de liberar os restos mortais do filho para que pudesse realizar o seu sepultamento, somente hoje o IML informou que estavam liberados.
De acordo com informações de Claudio José do Nascimento (Claudio ‘Moto Taxi’), casado com uma tia da vítima, os serviços de uma agência funerária de Patos foram contratados para fazer o translado dos restos mortais, devendo chegar a Juru por volta das 09h00.
Ainda segundo Claudio ‘Moto Taxi’, por recomendação do IML não haverá velório. Já o sepultamento, que acontecerá no cemitério público local, deverá ser realizado imdiatamente, logo após a chegada a Juru.
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Polícia

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

GAECO deflagra operação ‘Papel Timbrado’ na Paraíba

Operação Papel Timbrado conta com apoio da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Decco…