Home Entretenimento ‘Chaves’ deixa de ser exibido no SBT após 36 anos

‘Chaves’ deixa de ser exibido no SBT após 36 anos

3 primeira leitura
0
0
25

De acordo com o site Na Telinha, ocorreu uma mudança contratual entre a rede mexicana Televisa e o Grupo Chespirito, dono dos roteiros escritos por Roberto Gómez Bolaños (1929-2014).

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A partir deste sábado (1º), o SBT não vai mais exibir os seriados “Chaves”, “Chapolin” e “Chesperito”. Segundo comunicado encaminhado pela emissora, a mexicana Televisa, detentora dos direitos das obras produzidas, enviou uma notificação à empresa de Silvio Santos na quarta (29) informando sobre a suspensão do contrato “por causa de um problema pendente a ser resolvido com o titular dos direitos das histórias”.

De acordo com o site Na Telinha, ocorreu uma mudança contratual entre a rede mexicana Televisa e o Grupo Chespirito, dono dos roteiros escritos por Roberto Gómez Bolaños (1929-2014).

Os últimos episódios de “Chaves” no SBT devem ser exibidos nesta sexta (31), às 14h15. O programa mexicano, que se tornou um dos símbolos da emissora, estreou no canal no dia 24 de agosto de 1984.

“A exibição dos seriados Chaves, Chapolin e Chespirito estaria garantida até 31 de julho, com possibilidade de renovação entre as partes, o que verbalmente havida sido confirmado. No entanto, a negativa em relação ao acordo com o grupo detentor de direitos intelectuais sobre as histórias, chegou a apenas poucos dias do fim do contrato. O SBT lamenta a decisão, principalmente em respeito ao seu público, que acompanha fielmente os seriados há tantos anos na emissora. A emissora continua na torcida para um acordo entre as duas empresas mexicanas o mais rápido possível e, se isto acontecer, teremos o prazer de informar aos fãs de ‘Chaves’, ‘Chapolin’ e ‘Chespirito’, imediatamente”, informa o SBT.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Edyla Nóbrega
Carregar mais por Entretenimento

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

TIM vai pagar até R$ 4 milhões para ressarcir clientes por cobranças indevidas; saiba como pedir

Atuais clientes vão receber crédito na fatura ou recarga. Consumidores que saíram da empre…