Home Notícias Ricardo aumenta em 8,66% ICMS da gasolina e Paraibanos pagarão mais caro pelo combustível

Ricardo aumenta em 8,66% ICMS da gasolina e Paraibanos pagarão mais caro pelo combustível

3 primeira leitura
0
1
5,442

Ricardo prejudica paraibano e aumenta ICMS da gasolina para repor perda com diesel

 

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) disse, nesta terça-feira (10) que o governador Ricardo Coutinho (PSB) prejudica o paraibano, mais uma vez, ao aumentar a cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre a gasolina para compensar as perdas de arrecadação com o diesel. Na Paraíba, enquanto o preço médio ponderado final do diesel teve redução de 5,87%, o da gasolina teve aumento de 8,66%.

“O governador Ricardo Coutinho não cansa de empurrar a conta para os paraibanos. Já não basta vivermos em um Estado com os maiores impostos do País, agora recebemos mais um para a conta. O governador precisa explicar porque está com as unhas afiadas em cima do contribuinte, aumentando todo tipo de imposto”, disse o deputado.

Tovar ainda lembrou os outros impostos que foram majorados pelo governador. Entre os aumentos realizados pelo governo Ricardo Coutinho, o deputado enumerou: o ICMS na energia elétrica que passou de 15% para até 27%; o ICMS dos serviços de TV por assinatura de 10% para 15%, do cigarro e fumo de 25% para 35%; o ICMS nas operações de comunicação de 25% para 28%, o imposto sobre transmissão causa mortis e doação – o ITCD- 2% para até 8%; e o ICMS nas operações e prestações internas e na 
importação de bens e mercadorias de 17% para 18%.

Os reajustes continuaram com o aumento do ICMS nas operações com gasolina de 25% para 27% + 2% do Funcep, totalizando 29%; com o IPVA de 2% para 2,5% e ainda com a ampliação da lista de produtos/bens passíveis de retenção do ICMS e que constituem receita do fundo de combate e erradicação da pobreza (2%).

Paraíba Radio Blog

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Notícias

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

MPF pede que Justiça suspenda transmissão da rádio Itatiunga FM de Patos

O Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) ajuizou ação civil pública com pedido de …