Home Geral Menina de 14 anos morre eletrocutada por carregador de iPhone ao se enroscar nele enquanto dormia

Menina de 14 anos morre eletrocutada por carregador de iPhone ao se enroscar nele enquanto dormia

2 primeira leitura
0
0
2,244

Le Thi Xoan, uma vietnamita de apenas 14 anos, de Hanoi, morreu enquanto dormia ao ser eletrocutada por um carregador defeituoso de iPhone.

O cabo, recentemente reparado com um pedaço de fita adesiva, estava conectado na tomada enquanto carregava seu telefone próximo à cama. No entanto, a jovem teria rolado para o lado, rasgado o cabo e como efeito foi exposta ao fio desencapado. As informações são do Daily Mail.

De acordo com a polícia local, a menina foi encontrada inconsciente pelos pais, que a levaram a um hospital próximo. No entanto, os médicos não conseguiram fazê-la recobrar a consciência, declarando-a morta e confirmando a eletrocussão como causa do óbito.

A polícia encontrou o cabo queimado na cama da vítima, e logo assumiram que um pequeno corte no invólucro de borracha poderia ter exposto os fios internos. De acordo com os investigadores, ela teria conectado o dispositivo em seu iPhone 6 e o deixou na cama, como fazia todas as noites.

garota-morre-eletrocutada_2

Eles acrescentaram ainda que a tragédia provavelmente atingiu-a enquanto dormia, não restando chances para reação. O objeto ainda está sendo investigado pela polícia forense. As autoridades ainda não determinaram se o fio era original da Apple ou falso, apesar da foto mostrar um fio menor do que o original fornecido pela marca.

 

A fita adesiva, conforme apontado pelo Daily Mail, enrolada no cabo também sugere que a vítima estava ciente do desgaste, mas decidiu continuar usando-o independentemente dos riscos.

Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

MPF investiga contrato de locação de veículos feito pela Prefeitura de Patos

O Ministério Público Federal instaurou Inquérito Civil com o objetivo “apurar eventuais ir…