Home Educação Chuva de meteoros poderá ser vista de quase todo o planeta. Chuva atinge seu ápice no dia 14

Chuva de meteoros poderá ser vista de quase todo o planeta. Chuva atinge seu ápice no dia 14

6 primeira leitura
0
0
293

Geminídeas poderão ser vistas de quase todos os lugares do planeta no dia 14 de dezembro, data em que a chuva de meteoros atinge seu ápice

A última chuva de ‘estrelas cadentes’ do ano acontece na segunda semana de dezembro e poderá ser vista em quase todos os lugares do planeta Terra. Neste ano, a chuva começou na última terça-feira (4) e vai durar até a próxima segunda-feira (17), tendo seu pico no dia 14 e durando pelas 24 horas seguintes.

Já quanto à sua localização, as geminídeas se concentram na constelação de gêmeos – por isso o seu nome. Por mais que sejam chamadas de ‘estrelas’, na verdade o espetáculo é resultado da combustão de meteoros quando entram em contato com a atmosfera da Terra e não de uma chuva de estrelas cadentes, especificamente.

Desde o seu surgimento, as geminídeas vêm aumentando a cada ano, tornando-se um das chuvas de meteoros mais importantes. “Durante seu pico, podem ser observados 120 meteoros por hora em condições perfeitas”, explica a agência norte-americana.

Mas então, para presenciar a chuva de ‘ estrelas cadentes ’ é só olhar para o céu? Na verdade, a Nasa dá algumas dicas importantes nesse momento: quanto mais escuro e afastado da cidade for o local de observação, melhor.

Neste caso, até a luz da lua pode atrapalhar, então é recomendado que o observador tenha a atenção totalmente voltada ao céu. “Dê aos seus olhos cerca de 30 minutos para se adaptar ao escuro. Evite olhar para o seu celular, pois ele vai atrapalhar sua visão noturna. Deite-se de costas e olhe para cima, absorvendo o máximo de céu possível”, explica a Nasa .

A tendência é de que as geminídeas aumentem com o avançar do tempo, atingindo o ponto máximo de cerca de 100 meteoros por hora, por volta das 10h30 (no horário de Brasília) do dia 14. É importante lembrar que essa estimativa é para aqueles que estarão posicionados nos lugares ‘ideais’, de preferência lugares escuros, e que, por isso, terão uma visão perfeita do céu.

Segundo a agência espacial, aqueles que estão nos grandes centros urbanos não conseguirão ver quase nada, devido às intensas luzes da cidade que ofuscam os meteoros. “Céu limpo e escuro é o ingrediente mais importante para contemplar a chuva de meteoros”.

Para fechar o ano de 2018 com chave de ouro, a chegada das geminídeas ainda trará um bônus aos observadores: o cometa 46P Wirtanen se aproximará da Terra, ao mesmo tempo que a chuva de meteoros , sendo possível, assim, observar uma pequena luz verde ‘fantasmagórica’ na constelação de touro.

Fonte: Último Segundo – iG @ https://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2018-12-11/chuva-de-meteoros-podera-ser-vista-a-olho-nu.html

  • Cometa Wirtanen poderá ser observado a olho nu neste domingo

    Astro se aproxima de seu periélio e alcançará seu ponto mais próximo ao Sol em 16 de dezem…
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Educação

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Chegou em Santa Luzia – PB: Curso Profissionalizante em Energia Eólica e Solar

  Após a grande procura e o sucesso dos cursos de energias renováveis oferecidos pela…