Home Destaque Bolsonaro propõe eliminar ‘fraudes’ para aumentar valor do Bolsa Família

Bolsonaro propõe eliminar ‘fraudes’ para aumentar valor do Bolsa Família

4 primeira leitura
0
0
400

Candidato do PSL à Presidência defendeu auditoria no programa para que se possa aumentar o benefício às pessoas que ‘não têm como sobreviver’. Declaração foi dada em entrevista à Record.

 

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, propôs nesta terça-feira (14) aumentar o benefício do Bolsa Família com recursos provenientes de auditorias que excluam pessoas que não tenham direito ao benefício e que continuam recebendo o repasse.

A declaração foi dada à Record que, nas próximas três semanas, realizará entrevistas com os principais candidatos à Presidência.

Questionado se, caso eleito, realizará auditorias no Bolsa Família e sobre o que pensa do programa, Bolsonaro defendeu a manutenção dos benefícios e que quer evitar “fraudes”.

“O programa tem que ser mantido. […] O número [de beneficiários], pelas potencialidades do Brasil, pelo que podemos esperar do Brasil, é exagerado. Ninguém quer perseguir quem recebe o Bolsa Família”, afirmou.

“Aquele senhor, aquela senhora, que recebem [o benefício] e não têm como sobreviver, eu acho que até mais do que manter, você tem até que aumentar o Bolsa Família com recursos daqueles que vão sair por fraudes. Então é um programa que nós temos que mantê-lo e, por questão humanitária tem, obviamente, que olhar com muito carinho”, defendeu Bolsonaro.

Criação de empregos

O candidato também foi questionado sobre as propostas que tem para solucionar a crise econômica no país, especialmente para reduzir o desemprego.

Segundo Jair Bolsonaro, é preciso “desburocratizar” o país para que a classe produtiva possa empregar “com segurança”.

“Essa questão de emprego nos preocupa e muito. Emprego em primeiro lugar. Agora, hoje em dia para ser patrão também não é fácil no Brasil. Você tem que desburocratizar muita coisa, desregulamentar, desonerar a folha de pagamento”, disse Bolsonaro.

Sem explicar como se daria a desburocratização, o candidato do PSL explicou que, em sua equipe, há pessoas “profissionais, capacitadas” que conduzirão a área econômica do seu eventual governo.

“O Brasil tem uma dívida enorme, monstruosa. E muitas vezes a gente fica preocupado sobre como é que nós vamos sair dela, porque isso atrapalha também investimento no nosso Brasil. Então temos pessoas profissionais, capacitadas que vão conduzir essa política que, na ponta da linha, surge o emprego. E com emprego você resolve uma série de problemas por tabela”, explicou.

FONTE: g1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Acidente entre dois carros deixa três mortos na BR 230 no Sertão da Paraíba. Veja fotos!

Ambulâncias do SAMU e Corpo de Bombeiros foram acionadas e estão se deslocando até o local…