Page Nav

HIDE

Pagina de Cima

Classic Header

{fbt_classic_header}

Propaganda do TOP

//

Breaking News:

latest

MPF denuncia os ex-prefeitos Aldo Lustosa, Nego de Guri, Nael Rosa e William Segundo Madruga investigados nas operações ‘Recidiva’ e ‘Desumanidade’

Quatro ex-prefeitos da Paraíba foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público Federal (MPF) após perderem o foro privilegiado, com o fi...





Quatro ex-prefeitos da Paraíba foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público Federal (MPF) após perderem o foro privilegiado, com o fim dos seus respectivos mandatos. As denúncias são resultado de investigações no âmbito das operações ‘Recidiva’ e ‘Desumanidade’, deflagradas no Sertão do Estado e que investigam fraudes em licitações, empresas fantasmas e desvios milionários.
São 6 denúncias apresentadas à Justiça Federal. Juntas, elas apontam indícios de desvios em recursos públicos no montante de R$ 11,4 milhões. A informação foi veiculada pelo blog ‘Pleno Poder’ e confirmada pela reportagem do site Polêmica Paraíba.
Em relação à Operação Desumanidade, o alvo é o prefeito de Malta (PB), Manoel Benedito de Lucena Filho, conhecido como Nael Rosa, supostamente envolvido no desvio de recursos públicos. Segundo o MPF, antes de eleger-se prefeito de Malta, em outubro de 2012, Nael Rosa era construtor e sócio administrador, com 98% das cotas sociais, da empresa Construtora Santa Rosa Ltda. A sede da construtora é na residência do prefeito e foi, entre 2007 e 2011, recorrente executora de obras para o município.
Já no âmbito da Recidiva, o MPF denunciou o ex-prefeito de Teixeira, Edmilson Alves dos Reis, conhecido como Nego de Guri; o ex-gestor de Imaculada, Aldo Lustosa da Silva; e o ex-prefeito de Emas, José William Segundo Madruga. No caso de segundo Madruga e Nego de Guri, os dois são alvos de duas denúncias cada um.
As investigações apuram a existência de supostos esquemas de fraudes e desvios em obras públicas executadas nessas cidades por construtoras.

JURU EM DESTAQUE

Nenhum comentário