Hoje Ícone das categorias Cartaxo atribui saída do PT a escândalos nacionais e nega rompimento com PSB

luciano-coletiva
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, confirmou desligamento do Partido dos Trabalhadores na tarde de hoje e revelou que o principal motivo que o levou a tomar essa decisão foram os ‘escândalos’ que envolvem o partido e  governo federal. Cartaxo disse que mantém a base de vereadores na Câmara e que o anúncio não significa ‘rompimento com ninguém’.

Durante coletiva em um hotel na orla da Capital, Cartaxo explicou os motivos para a saída. “Nosso principal motivo é cidade de João Pessoa e outra razão são os escândalos que envolvem o governo federal e o PT em nível nacional. Nós entendemos que não podemos ser penalizados por erros de terceiros e muito menos prejudicar nossa cidade por causa do cenário nacional. Não podemos perder um minuto sequer de trabalho explicando e sendo responsabilizados por escândalos que não tem absolutamente nada a ver com a cidade de João pessoa”, destacou o prefeito.
O prefeito comentou a entrega do cargo que mantinha Lucélio Cartaxo na presidência da Companhia Docas. “A indicação de Lucélio para a Companhia Docas foi feita pela direção do PT, assim como foi feita a indicação de Lenildo Morais, e nada mais coerente que Lucélio entregue o cargo”, falou Luciano.
O rompimento com o PSB foi negado pelo prefeito. Cartaxo disse que hoje fez um anúncio de uma decisão política, mas que as negociações para a eleição só acontecerão em 2016. “Estamos tomando uma decisão política, mas a eleição será tratada apenas no próximo ano. Não estamos excluindo ninguém do nosso projeto, não estamos anunciando rompimento com ninguém”, apontou.
O prefeito negou que fará oposição a presidente Dilma e lembrou que seu novo partido também faz parte da base da presidente. “O PSD ainda faz parte da base de sustentação do governo Dilma com um ministro do partido indicado e tudo. Continuaremos com as parcerias com o governo federal e não acho que uma decisão partidária possa prejudicar uma cidade porque esse não é o perfil da presidente Dilma e nem do PT”, concluiu.

BLOG DO GORDINHO

Postar um comentário

0 Comentários