Repasse para municípios sofre queda de quase 26%; presidente da Famup não vê saída

O presidente da Federação dos Municípios da Paraíba, voltou a lamentar nesta quinta-feira (27) a queda no repasse do FPM (Fundo de Participação Municipal) de julho que chegou neste mês nos cofres da Prefeitura atingiu 25.95% em relação ao mês de junho.

“É uma quebradeira geral” disse o presidente da Famup ao analisar a situação dos prefeitos.

Tota Guedes disse que os prefeitos tem que administrar despesas maiores com uma receita inferior. Ele se lembra do aumento do salário mínimo e da aplicação do piso nacional dos professores e uma seca que ele classifica a maior dos últimos 40 anos.

“É uma demanda grande para resolver com pouco recurso”, informa.

De acordo com Tota Guedes, neste ano o repasse do FPM registra uma queda de 4% se comparado a igual período de 2014. “O Brasil está em recessão”, diz Tota que não vê saída em curto prazo. Ele. No entanto, diz como certo alivio que o repasse do Fundo de Participação dos Municípios deverá sofrer um pequeno aumento de 4% em relação ao do mês de julho.
 
Fonte: MaisPatos

Postar um comentário

0 Comentários