Menor agride o próprio pai em São José do Sabugi PB


No final da tarde de hoje (31/07) a Policia Militar apreendeu 2 menores em flagrantes acusados de espancar um cidadão em frente a um bar aos arredores da Prefeitura.

Segundo informações apuradas, a viatura da Policia Militar estava passando perto da Prefeitura, quando se deparou com uma desavença envolvendo 3 indivíduos, porém 2 se evadiram do local e a vitima com alguns hematomas, avisou a policia que os acusados de terem o espancado se tratava do próprio filho e um outro menor, logo a policia conseguiu apreender os 2 menores e segundo informações a vitima foi tratada e junto com os menores foram conduzidos para cidade de Patos para serem apresentados ao Delegado de plantão.

Por fim foi apenas uma desavença entre pai e filho, mais que poderia ter se tornado algo mais grave, se não fosse o belo trabalho da policia militar que conseguiu intervir, e garantiu que algo de mais grave não acontecesse. 

A população Sãojoseense culpa o Conselho Tutelar do Município pela onda de violência envolvendo crianças e adolescente em São José do Sabugi por não punir esses menores infratores, porém esse não é o dever do Conselho Tutelar, o trabalho do Conselho Tutelar  é Garantir os Direitos da Criança e do Adolescente, ou seja, é de protege-los, porém eles tem autonomia para impor Medidas Sócioeducativas, do tipo de fazer com que esses menores que praticam atos infracionais participem de Programas Assistenciais oferecidos pelo próprio município, tipo o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) ou serem assistido pelo CREAS (Centro de Referencia Especializada de Assistência Social), Grupo de Jovens entre outros, pois mantendo esses jovens ocupados, dentro da escola, praticando esportes, ou envolvidos atividades educativas, seria um opção para prevenir que esses menores voltem a cometer atos infracionais; mais o que não se pode é "passar a mãe na cabeça" desses menores e deixar que eles voltem a cometer delitos.

A elaboração de um Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo seria uma boa, porém essa é uma tarefa bastante complexa, mais que seria uma maneira de tentar "concertar" menores que comentem atos infracionais, que por força do disposto na própria Lei nº 12 594/2012, relativa ao SINASE, demanda uma abordagem eminentemente interdisciplinar, considerando, inclusive, a necessidade de execução das ações a ele correspondentes de forma intersetorial (inteligência do art. 8º da citada norma), idéias essas,  que podem ser discutidas pela própria população na Conferencia Municipal de Assistência Social que deverá acontecer dia 07 de Agosto (próxima sexta feira) no Prédio onde funciona o SCFV (antigo Peti) em São José do Sabugi. 




Postar um comentário

0 Comentários