Paraibanos começam 2015 com despesas mais altas

041-despesas
Os paraibanos devem se preparar. O ano de 2015 será farto de aumentos de preços. Já subiram as mensalidades e os materiais escolares e pesarão no orçamentos das famílias a energia elétrica, a gasolina, água, os seguros de carros. Tudo num momento em que os trabalhadores já sofrem para pagar os impostos tradicionais de começo de ano, como o IPVA e IPTU.
De acordo com especialistas, a inflação no primeiro trimestre deve passar dos 7%. E os economistas estimam que a carestia deverá romper o teto da meta (6,5%) na maioria dos meses do próximo ano.
Somente sobre a energia, o reajuste mínimo das faturas dos consumidores para cobrir os rombos do setor, que era de 24%, passará para 30% caso a solicitação das empresas seja acatada pela Aneel.
De acordo com uma pesquisa realizada pelo Procon de João Pessoa, o preço do material escolar nas livrarias e papelarias apresenta uma variação que chega a 340,6%. O item com maior diferença entre o menor e o maior preço encontrado é a lapiseira 5mm Faber, que custa entre R$ 1,60 e R$ 7,05.
Em relação ao IPTU, a Prefeitura Municipal de João Pessoa quer arrecadar R$ 55 milhões e já se prepara para a realização da cobrança que terá reajuste de 6,56% em 2015. Mesmo assim, estima que a inadimplência deve chegar aos 28%. O calendário já foi definido pela prefeitura da Capital e o dia 6 de março é marcado como o primeiro vencimento, quando os contribuintes que optarem por pagar em parcela única devem receber um desconto de 15%.
Já sobre o IPVA, o paraibano terá uma redução mínima. Segundo pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), a redução média do imposto de automóveis usados será de 3,2%, enquanto a queda do tributo de motos e similares será maior (4,4%). Já o IPVA de camionetas e de utilitários ficará com redução de 3% no próximo ano, enquanto o valor do tributo de caminhões, ônibus e micro-ônibus será, em média, 3,1% menor.
 BLOG DO GORDINHO